Iêmen: Relatório mostra que a Arábia Saudita encobriu crimes de guerra

Tempo de leitura: 2 minutos

Um grupo internacional de advogados apresentou um novo relatório ao governo britânico fornecendo evidências de que a coalizão liderada pela Arábia Saudita tem encoberto ataques aéreos ilegais contra alvos civis e crimes de guerra no conflito contra o Iêmen.

Com informações do Syria Times.

De acordo com a Press TV, pesquisadores do grupo independente de direitos iemenitas Mwatana, vistos como imparciais pela ONU, coletaram as provas apresentadas à secretária de Comércio Internacional do Reino Unido, Liz Truss, pela Global Legal Action Network (GLAN) e pela firma de advocacia britânica Bindmans. O relatório, de 288 páginas, afirma que os ataques sauditas violam o direito internacional humanitário “visando civis e a infra-estrutura civil”.

O relatório contém depoimentos de testemunhas, assim como análise de crateras e fragmentos de bombas de dezenas de ataques realizados pela coalizão, e afirma que Riad cobriu evidências de crimes de guerra em investigações subsequentes. O diretor da GLAN, Gearóid Ó Cuinn, disse: “O governo do Reino Unido pode confiar em garantias sauditas desacreditadas ou escutar aqueles que documentaram meticulosamente as constantes mortes de civis causadas pelos ataques aéreos da coalizão”.

O novo relatório colocará a Grã-Bretanha sob maior pressão, já que o governo legalmente não está autorizado a licenciar exportações de armas se houver um “risco claro” de que elas possam ser usadas para matar civis deliberadamente ou imprudentemente.

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Redação do Fora!. Iêmen: Relatório mostra que a Arábia Saudita encobriu crimes de guerra. Fora!. Acessado em 17 de agosto de 2019. Disponível em <https://fora.global/2019/08/17/iemen-relatorio-mostra-que-a-arabia-saudita-encobriu-crimes-de-guerra/>.

APA:

Redação do Fora!. (17 de agosto de 2019). Fora!. https://fora.global/2019/08/17/iemen-relatorio-mostra-que-a-arabia-saudita-encobriu-crimes-de-guerra/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*