Japão-Coréia do Sul: restrições comerciais entram em vigor

Tempo de leitura: 2 minutos
Imagem: Oleksii Liskonih (Getty Images/iStockphoto).

Entraram em vigor ontem (28/08) as medidas de restrição comercial que o Japão havia anunciado contra a Coréia do Sul. Tensão entre os dois países cresce.

O Japão removeu a Coréia do Sul de sua “lista branca” de controles de exportação. A medida, anunciada em julho, entrou em vigor ontem (28/08). Em resposta, a Coréia do Sul anunciou US$ 4,1 bilhões em fundos do governo para criar estoque dos principais suprimentos que serão afetados, bem como estimular o desenvolvimento doméstico de setores industriais que serão impactados pelas restrições comerciais do Japão.

A Coréia do Sul terá eleições legislativas em abril de 2020, e a guerra comercial com o Japão pode afetar o resultado do pleito. Por isso, Seul está se preparando para os efeitos a longo prazo das restrições comerciais de Tóquio, tentando diversificar suas cadeias de fornecimento.

O Japão decretou restrições à Coréia do Sul no início de julho, sujeitando a exportação de ingredientes químicos para semicondutores a triagens adicionais. No início de agosto removeu Seul de sua “lista branca” de controle de exportações, encerrando a isenção da Coréia do Sul de um exame minucioso das autoridades japonesas de segurança nacional.

A guerra comercial que se inicia entre os dois países pode ser reflexo de uma disputa territorial envolvendo as ilhas de Takeshima/Dokdo, que já levou os dois países a anularem um acordo de inteligência.

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Redação do Fora!. Japão-Coréia do Sul: restrições comerciais entram em vigor. Fora!. Acessado em 29 de agosto de 2019. Disponível em <https://fora.global/2019/08/29/japao-coreia-do-sul-restricoes-comerciais-entram-em-vigor/>.

APA:

Redação do Fora!. (29 de agosto de 2019). Fora!. https://fora.global/2019/08/29/japao-coreia-do-sul-restricoes-comerciais-entram-em-vigor/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*