Moçambique: Começa a campanha para eleições gerais no país

Tempo de leitura: 3 minutos
Foto de arquivo. Fonte: Deutsche Welle

Com informações da Deutsche Welle, O País e Folha de Maputo

Iniciou nesse sábado (31/08) a campanha eleitoral para eleições gerais em Moçambique. A corrida vai até 12 de outubro, três dias antes da votação. 26 partidos participam do pleito, mas apenas três concorrem em todas as zonas do país.

O cargo de presidente da república será disputado por quatro candidatos: Daviz Simango do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), Filipe Nyusi pela Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), Mário Albino pela Ação de Movimento Unido para Salvação Integral (AMUSI) e Ossufo Momade pela Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO).

No primeiro dia de campanha, o MDM marchou por alguns bairros e mercados da capital, enquanto o candidato a presidente pelo partido preferiu fazer a abertura da campanha neste domingo (01/09). Filipe Nyusi (FRELIMO) iniciou a campanha com comícios na cidade da Beira e distrito de Búzi. Mário Albino (AMUSI) lançou a sua campanha eleitoral na cidade de Nampula com uma caravana. Ossufo Momade (RENAMO) começou a corrida em Cabo Delgado.

A Comissão Nacional de Eleições (CNE), por meio do seu porta-voz, Paulo Cuinica, disponibilizou 180 milhões de meticais (aproximadamente R$ 12 milhões) para o financiamento da campanha aos partidos políticos. “Este valor é dividido igualmente para as três eleições presidenciais, Assembleia da República e Assembleias Provinciais”, disse Cuinica, acrescentando que “para a eleição do Presidente da República os quatro candidatos dividem em partes iguais os 60 milhões (cerca de R$ 1 milhão). É desta maneira que estamos preparados”, garante Cuinica.

O órgão se pronunciou também pedindo que a campanha seja mais ordeira, afirmando que “estamos capacitando jornalistas para que possam ter uma cobertura da campanha eleitoral com isenção”, informou Cuinica, para quem “também existe uma capacitação específica para agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM) para que possam garantir a proteção das caravanas de caça ao voto”.

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Flávio Henrique Soeiro de Castro. Moçambique: Começa a campanha para eleições gerais no país. Fora!. Acessado em 1 de setembro de 2019. Disponível em <https://fora.global/2019/09/01/mocambique-comeca-a-campanha-para-eleicoes-gerais-no-pais/>.

APA:

Flávio Henrique Soeiro de Castro. (1 de setembro de 2019). Fora!. https://fora.global/2019/09/01/mocambique-comeca-a-campanha-para-eleicoes-gerais-no-pais/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*