Rússia-EUA-Síria: Rússia acusa os EUA de colocar em risco o cessar-fogo na Síria

Tempo de leitura: 2 minutos
Ataque aéreo a oeste de Idlib em 2017. Fonte: Wikimedia Commons.

A Rússia acusou os Estados Unidos, neste domingo (01/09), de colocar em risco o cessar-fogo em Idlib, onde no sábado (31/08) a força aérea dos EUA matou cerca de 40 jihadistas sírios.

Os EUA teriam atacado a região sem avisar antecipadamente a Rússia e a Turquia, que têm tropas destacadas no território sírio, afirmaram as Forças Armadas russas em um comunicado. “O ataque foi uma utilização cega da aviação militar”, afirmou o comunicado.

O ataque, contra um acampamento de treinamento a norte de Idlib, foi realizado no primeiro dia de uma trégua nos bombardeios do governo sírio e de seus aliados russos contra a região de Idlib, controlada pelo Hayat Tahrir al Sham, o grupo jihadista mais poderoso da localidade – e matou pelo menos 40 dirigentes jihadistas, afirmou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos. O objetivo, segundo o coronel Earl Brown, porta-voz estadunidense, seriam os líderes da organização conhecida como AQ-S (Al Qaeda-Síria), aos quais culpou por “ataques que ameaçam cidadãos estadunidenses”. Foi um dos maiores saldos de mortes entre os jihadistas em um único ataque.

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Redação do Fora!. Rússia-EUA-Síria: Rússia acusa os EUA de colocar em risco o cessar-fogo na Síria. Fora!. Acessado em 2 de setembro de 2019. Disponível em <https://fora.global/2019/09/02/russia-eua-siria-russia-acusa-os-eua-de-colocar-em-risco-o-cessar-fogo-na-siria/>.

APA:

Redação do Fora!. (2 de setembro de 2019). Fora!. https://fora.global/2019/09/02/russia-eua-siria-russia-acusa-os-eua-de-colocar-em-risco-o-cessar-fogo-na-siria/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*