Brasil-Venezuela: países sul-americanos integram Conselho de Direitos Humanos na ONU

Tempo de leitura: 3 minutos
Salão de reunião do Conselho de Direitos Humanos da ONU. Fonte: Wikimedia Commons. Autor: Ludovic Courtès

Com informações da Exame e Agência Brasil

Na quinta-feira (17), Brasil e Venezuela foram eleitos para participarem do Conselho de Direitos Humanos na ONU. Os representantes da América Latina obtiveram 153 votos e 105 votos, respectivamente. O Brasil, no caso, conseguiu a reeleição, enquanto que a Venezuela substituiu Cuba.

O embaixador do Brasil na ONU, Mauro Vieira, afirmou que a reeleição do Brasil mostra que o país é um grande protagonista na defesa dos direitos humanos. “O número elevado de apoios representa o papel que o Brasil tem, a imagem que tem nessa instituição e, sobretudo, o legado para a defesa dos direitos humanos”, disse.

Vale destacar, contudo, que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse na campanha de 2018 que pretendia se retirar do Conselho, mas o país acabou disputando a vaga e ganhou a eleição.

A Costa Rica, que teve apenas 96 votos, decidiu participar do pleito faltando poucas semanas para a eleição. Seu objetivo era vetar a entrada da Venezuela no Conselho. Porém, sua candidatura também significou uma ameaça ao Brasil devido ao desgaste diplomático protagonizado por Bolsonaro aos países-membros da organização e também a Michelle Bachelet, ex-presidente do Chile e comissária para Direitos Humanos da ONU.

O procurador-geral venezuelano Tarek William Saaba comemorou a decisão como um “importante êxito” a entrada do país no Conselho. Já o ministro das Relações Exteriores Jorge Arreaza comemorou a escolha como sendo importante para a diplomacia da Venezuela. “Viemos para informar e celebrar uma nova vitória da diplomacia boliviana da paz”.

Confira os 47 países-membros que formam o Conselho:
Angola, Burkina Faso, Camarões, República Democrática do Congo, Eritreia, Líbia, Mauritânia, Namíbia, Nigéria, Senegal, Somália, Sudão, Togo, Afeganistão, Bahrein, Bangladesh, Fiji, Índia, Indonésia, Japão, Ilhas Marshall, Coreia do Sul, Nepal, Paquistão, Filipinas, Catar, Armênia, Bulgária, República Tcheca, Polônia, Eslováquia, Ucrânia, Argentina, Bahamas, Brasil, Chile, México, Peru, Uruguai, Venezuela, Austrália, Áustria, Dinamarca, Alemanha, Itália, Holanda, Espanha

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Flávio Henrique Soeiro de Castro. Brasil-Venezuela: países sul-americanos integram Conselho de Direitos Humanos na ONU. Fora!. Acessado em 22 de outubro de 2019. Disponível em <https://fora.global/2019/10/22/brasil-venezuela-paises-sul-americanos-integram-conselho-de-direitos-humanos-na-onu/>.

APA:

Flávio Henrique Soeiro de Castro. (22 de outubro de 2019). Fora!. https://fora.global/2019/10/22/brasil-venezuela-paises-sul-americanos-integram-conselho-de-direitos-humanos-na-onu/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*