Argentina: China vira principal parceiro comercial do país sul-americano

Tempo de leitura: 3 minutos
Presidente argentino Alberto Fernández. Fonte: Wikimedia Commons. Autor: Esteban Collazo

Com informação da Inforel.

A Câmara de Exportadores da República Argentina (CERA) publicou um relatório na segunda-feira (01/06) onde consta que a China tornou-se o principal parceiro comercial do país sul-americano em abril de 2020.

O comércio bilateral gerou um superávit para os argentinos no valor de US$ 98 milhões. Foi o primeiro registro positivo no balanço comercial com a potência asiática depois de seguidos déficits entre janeiro e março.

A importação de produtos chineses somou US$ 411 milhões em abril, sendo US$ 61 milhões a menos que em março, o que representou uma queda interanual de 40,3%. A análise da CERA mostrou que as importações chinesas sofreram um forte retrocesso desde o início deste ano. Em janeiro somaram US$ 750 milhões e fevereiro alcançaram US$ 580 milhões. No ano passado oscilaram entre US$ 616 milhões e US$ 950 milhões mensais.

As exportações de produtos argentinos para a China, por outro lado, chegaram aos US$ 509 milhões em abril e registraram aumento de 50,6% interanual. Essas remessas experimentaram uma forte recuperação contra os US$ 225 milhões de março, os US$ 195 milhões de fevereiro e os US$ 282 milhões de janeiro.

Entre os principais itens exportados para a China, destaque para o feijão de soja (52% do total de vendas); carne congelada e desossada (29%); camarão (8%); gorduras e óleos animais ou vegetais (6%).

O órgão detalhou que em abril a China foi o primeiro parceiro comercial da Argentina ao deslocar o Brasil para o segundo lugar, com 11,7% do total de vendas – em março a participação foi de 5,1%, com 14,1% de importações; o mês anterior foi de 14,9%. Essa situação também refletiu o colapso do câmbio comercial entre Argentina e Brasil, de 44,7% em relação ao ano anterior.

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Flávio Henrique Soeiro de Castro. Argentina: China vira principal parceiro comercial do país sul-americano. Fora!. Acessado em 3 de junho de 2020. Disponível em <https://fora.global/2020/06/03/argentina-china-vira-principal-parceiro-comercial-do-pais-sul-americano/>.

APA:

Flávio Henrique Soeiro de Castro. (3 de junho de 2020). Fora!. https://fora.global/2020/06/03/argentina-china-vira-principal-parceiro-comercial-do-pais-sul-americano/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*