Coalizão liderada pela Arábia Saudita atinge áreas controladas por Houthis em novos ataques aéreos

Tempo de leitura: 4 minutos
Fumaça e poeira levantados por ataque aéreo nos arredores de Sanaa. Foto: Khaled Abdullah/Reuters.

Canal de notícias Houthi informa duas vítimas civis, enquanto caças da coalizão atacam várias províncias do Iêmen.

Aviões de combate pertencentes a uma coalizão liderada pela Arábia Saudita, que enfrenta rebeldes Houthis, lançaram dezenas de ataques aéreos em várias províncias do Iêmen, enquanto o reino saudita anuncia o início de uma nova operação militar.

A rede de mídia Al-Masirah, administrada por Houthis, relatou ataques aéreos na capital, Sanaa, bem como nas províncias de Marib, al-Jouf, al-Bayda, Hajjah e Saada durante toda quarta-feira à noite.

Segundo as reportagens, uma mulher idosa e uma criança foram mortas, e quatro outras pessoas ficaram feridas na província de Saada.

Em Sanaa, os moradores descreveram os ataques aéreos, que também atingiram o aeroporto internacional da cidade, como “violentos”.

A televisão estatal saudita informou na quarta-feira que a coalizão havia iniciado um ataque militar contra os Houthis depois que o grupo intensificou os ataques com mísseis e drones.

A coalizão confirmou na quinta-feira que lançou uma grande operação e alertou que teria como alvo a liderança rebelde.

“A operação veio em resposta à ameaça da milícia Houthi depois que eles lançaram mísseis e drones a partir da capital ocupada Sanaa, além de Saada”, disse o porta-voz da coalizão, Turki al-Maliki, a repórteres em Riad.

“Os líderes terroristas da milícia Houthi… serão perseguidos e responsabilizados. Atingir civis e instalações civis é uma linha vermelha”.

O ataque da coalizão efetivamente encerra um cessar-fogo unilateral declarado em abril, anunciado como parte dos esforços para combater a pandemia de coronavírus.

Fontes disseram que a coalizão lançou mais de 40 ataques aéreos em Sanaa e arredores.

Os Houthis denunciaram os ataques aéreos e se comprometeram a continuar as operações militares nas profundezas da Arábia Saudita.

Na semana passada, os Houthis dispararam mísseis contra a capital saudita, Riad, no primeiro ataque desse tipo desde que um cessar-fogo de seis semanas desencadeado pela pandemia de coronavírus expirou no final de maio. A coalizão disse que interceptou o ataque.

A Arábia Saudita foi alvo de dezenas de ataques usando mísseis ou drones no ano passado, incluindo um ataque devastador a duas instalações da gigante petrolífera Saudi Aramco, que temporariamente derrubou metade da produção bruta do reino.

O Iêmen está em conflito desde 2014, quando os Houthis tomaram grande parte do norte do país, incluindo Sanaa.

Os combates aumentaram em março de 2015, quando a coalizão militar apoiada pelo Ocidente interveio para restaurar o governo do presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi.

A guerra já matou dezenas de milhares de pessoas, principalmente civis, e forçou milhões para fora de suas casas, no que as Nações Unidas chamaram de pior crise humanitária do mundo.

Na semana passada, o chefe humanitário da ONU, Mark Lowcock, alertou que o Iêmen “cairá do precipício” sem apoio financeiro significativo.

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Redação do Fora!. Coalizão liderada pela Arábia Saudita atinge áreas controladas por Houthis em novos ataques aéreos. Fora!. Acessado em 2 de julho de 2020. Disponível em <https://fora.global/2020/07/02/coalizao-liderada-pela-arabia-saudita-atinge-areas-controladas-por-houthis-em-novos-ataques-aereos/>.

APA:

Redação do Fora!. (2 de julho de 2020). Fora!. https://fora.global/2020/07/02/coalizao-liderada-pela-arabia-saudita-atinge-areas-controladas-por-houthis-em-novos-ataques-aereos/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*