Índia aprova compra de 33 caças da Rússia, por US$ 2,43 bilhões

Tempo de leitura: 4 minutos
MIG-29 da Força Aérea Indiana durante exercício em fevereiro de 2019. Foto: AP.

Com informações de Hindustan Times.

A decisão surge após uma alta tensão ao longo da Linha de Controle Real em Ladakh, onde tropas indianas e chinesas estão em atrito há várias semanas.

O Ministério da Defesa indiano aprovou ontem uma proposta para adquirir 33 novas aeronaves de combate, incluindo 12 Su-30MKIs e 21 MiG-29s, juntamente com a atualização de 59 MiG-29s, a um custo de 18.148 crore de rúpias (aproximadamente 2,43 bilhões de dólares americanos – cada “crore”, ou “cr.”, equivale a Rs 10.000.000).

“Atendendo à necessidade sentida da Força Aérea Indiana de aumentar seus esquadrões de caça, o Conselho de Aquisições de Defesa (DAC) também aprovou a proposta de aquisição de 21 MiG-29, juntamente com a atualização das aeronaves existentes, 59 MiG-29, e a aquisição de 12 aeronaves Su-30 MKI”, Disse o ministério da defesa em comunicado nesta quinta-feira, após uma reunião do Conselho de Aquisições de Defesa, sob a presidência do ministro Rajnath Singh.

Enquanto a aquisição e atualização dos MiG-29 da Rússia estão estimadas em Rs 7418 cr. (aproximadamente US$ 993,25 milhões), o Su-30 MKI será adquirido da Hindustan Aeronautics Limited (HAL) a um custo estimado de Rs 10.730 cr. (aproximadamente US$ 1,44 bilhão).

A decisão surge após uma alta tensão ao longo da Linha de Controle Real em Ladakh, onde tropas indianas e chinesas estão envolvidas em conflitos há várias semanas.

O DAC também aprovou aquisições de várias outras plataformas e equipamentos solicitados pelas Forças Armadas da Índia, a um custo aproximado de Rs 38.900 cr. (US$ 5,2 bilhões).

Autorizou também a aquisição de 248 mísseis ar-ar Astra Beyond Visual Range para a Força Aérea da Índia e a Marinha, bem como o desenvolvimento de um novo míssil de ataque terrestre de 1.000 km da Defence Research and Development Organisation (DRDO), iniciativas para as quais recursos foram liberados.

“A aquisição de novos/adicionais sistemas de mísseis aumentará o poder de fogo de três Serviços [das forças armadas]. Embora a aquisição dos sistemas de mísseis Pinaka permita elevar regimentos adicionais além dos já induzidos, a adição de sistemas de mísseis de ataque terrestre de longo alcance ao arsenal existente, com alcance de tiro de 1000 km, reforçará as capacidades de ataque da Marinha e da Força Aérea. Da mesma forma, a indução de mísseis Astra com capacidade além do alcance visual servirá como multiplicador de forças e aumentará imensamente a capacidade de ataque da Marinha e da Força Aérea”, afirmou o comunicado.

A Força Aérea Indiana (IAF) levantou a guarda para lidar com qualquer provocação militar das forças chinesas e as bases avançadas receberam ordem para entrar em seu estado mais alto de alerta. Além dos Sukhoi-30 e dos caças MiG-29 atualizados, a IAF está operando helicópteros de ataque Apache AH-64E e helicópteros multi-missão CH-47F (I) Chinook.

A IAF e o exército indiano implantaram seus sistemas de defesa aérea no leste de Ladakh, mesmo enquanto a Força Aérea Chinesa e o Exército de Libertação Popular da China colocaram em alerta várias de suas bases em Xinjiang e na região autônoma do Tibete.

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Redação do Fora!. Índia aprova compra de 33 caças da Rússia, por US$ 2,43 bilhões. Fora!. Acessado em 3 de julho de 2020. Disponível em <https://fora.global/2020/07/03/india-aprova-compra-de-33-cacas-da-russia-por-us-243-bilhoes/>.

APA:

Redação do Fora!. (3 de julho de 2020). Fora!. https://fora.global/2020/07/03/india-aprova-compra-de-33-cacas-da-russia-por-us-243-bilhoes/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*