Tropas dos EUA e seus aliados na Síria trocam tiros com forças adversárias

Tempo de leitura: 3 minutos
Soldado dos EUA em veículo blindado, na Síria, em outubro de 2019. Foto: Delil Souleiman/AFP.

Um comboio de tropas dos EUA e das Forças Democráticas da Síria (SDF) foram alvejados no leste do país na manhã de segunda-feira, enquanto passavam por um posto de controle comandado por forças opositoras, informou a coalizão liderada pelos EUA.

Nenhum pessoal dos EUA ficou ferido, de acordo com o coronel Myles Caggins, o porta-voz da Operação Inherent Resolve, que disse que as forças da coalizão responderam ao fogo.

“A Coalizão e as Forças Democráticas da Síria, conduzindo uma patrulha de segurança anti-ISIS de rotina perto de Tal Al-Zahab, na Síria, encontraram um posto de controle ocupado por forças pró-regime sírio. Depois de receber passagem segura das forças pró-regime, a patrulha ficou sob fogo de armas leves disparadas por indivíduos nas proximidades do posto de controle. As tropas da coalizão responderam ao fogo em autodefesa”, disse Caggins em um comunicado.

Embora houvesse helicópteros voando em serviço de escolta padrão para o comboio, a coalizão não conduziu nenhum ataque aéreo, disse Caggins. O comboio então retornou à base. O incidente continua sob investigação.

Os EUA ainda não foram capazes de confirmar as baixas adversárias, ou se as tropas que atiraram contra eles eram militares sírios uniformizados, disse Caggins.

Não está claro o motivo do tiroteio ter começado, porque os comboios passaram regularmente por postos de controle com poucos incidentes. Os EUA mantêm menos de 1.000 soldados na Síria atualmente, para lutar contra os remanescentes do ISIS. Eles estão estacionados perto dos campos de petróleo do leste e na guarnição de At Tanf, no sudeste da Síria.

A agência de notícias estatal síria SANA afirmou que as forças dos EUA atacaram um posto de controle, matando um e ferindo dois. Uma fonte militar disse à SANA que “às 9h45, uma patrulha dos EUA tentou entrar na área onde uma de nossas formações militares está implantada, no campo de Qamishli, através do posto de controle de Tal al-Zahab, e o pessoal do exército no posto de controle os impediu de passar. Portanto, os membros da patrulha dos EUA abriram fogo”.

As Forças Democráticas da Síria e os EUA têm como inimigos, primordialmente, forças do ISIS, ISIL, Al-Qaeda, e diversas organizações apoiadas pela Turquia.

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Redação do Fora!. Tropas dos EUA e seus aliados na Síria trocam tiros com forças adversárias. Fora!. Acessado em 18 de agosto de 2020. Disponível em <https://fora.global/2020/08/18/tropas-dos-eua-e-seus-aliados-na-siria-trocam-tiros-com-forcas-adversarias/>.

APA:

Redação do Fora!. (18 de agosto de 2020). Fora!. https://fora.global/2020/08/18/tropas-dos-eua-e-seus-aliados-na-siria-trocam-tiros-com-forcas-adversarias/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*