Bolívia: pesquisa de boca-de-urna dá vitória a Luis Arce

Tempo de leitura: 4 minutos
O provável presidente eleito Luis Arce, seu vice David Choquehuanca e dirigentes do MAS, acompanhando a eleição na base eleitoral. Foto: Carlos Corz/La Razón.

De acordo com pesquisa de boca-de-urna feita durante as eleições presidenciais da Bolívia, realizadas neste domingo, 18 de outubro, o candidato do Movimento pelo Socialismo (MAS), Luis Arce, deve ganhar no primeiro turno. A apuração foi realizada pelo instituto de pesquisa Ciesmori, encomendada pela rede de televisão boliviana Unitel.

Segundo a pesquisa, Arce ganha com 52,4% dos votos. O segundo lugar deve ficar Carlos Mesa, do Comunidade Cidadã (CC), com 31,5%. Luis Fernando Camacho, candidato pelo Creemos e liderança dos protestos que derrubaram Evo Morales, fica em terceiro lugar, com 14,1%. O quarto lugar pertence ao ultraconservador Chi Hyun Chung, com 1,6%.

A vitória do MAS já é considerada no meio político boliviano, apesar de se tratar de uma estimativa. A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, felicitou Arce pela vitória. Embora entendendo que ainda falta a contagem oficial, “pelos dados que obtivemos, o Sr. Arce e o Sr. Choquehuanca ganharam a eleição. Parabenizo os vencedores e peço que governem pensando na Bolívia e na democracia”, declarou Áñez em referencia também ao candidato à vice-presidência pelo MAS, David Choquehuanca.

Carlos Mesa também reconheceu a vitória de Arce. O candidato e ex-presidente do país entre 2003 a 2005 também declarou que o CC será liderança da oposição ao governo do MAS. “Vamos assumir essa responsabilidade com claridade, com consciência e com responsabilidade. Somos a cabeça da oposição e agiremos como tal”, anunciou Mesa, deixando claro como atuará politicamente no novo governo.

Contando com os resultados da boca-de-urna, Arce fez um discurso de vitória para seus apoiadores. Destacou não apenas a valorização da democracia, mas também a ênfase nas políticas econômicas.

“Vamos governar para todos os bolivianos, vamos construir um governo de unidade nacional, vamos construir a unidade para nosso país, em todo este trajeto estamos recuperando a credibilidade. Vamos reconduzir nosso processo de mudança sem ódio, defendendo e superando nossos erros”, anunciou Arce.    

OEA

A missão enviada pela Organização dos Estados Americanos (OEA) para acompanhar as eleições do país também anunciou que o pleito correu de forma tranquila. “Foi uma jornada pacífica, o que é muito valioso, pois se desenvolveu de maneira normal e não se registraram maiores incidentes”, declarou Francisco Guerrero, secretário do setor de Desenvolvimento da Democracia da OEA.   

Guerrero também afirmou que a organização deve observar se o processo vai correr de forma regular e pediu que se espere com calma pelo resultado oficial. “O mais importante é que agora todos os atores políticos, a sociedade civil e o Supremo Tribunal Eleitoral cumpram o papel com calma, ao fim de que a contagem dos votos ocorra de maneira satisfatória”, ponderou o Guerrero.

Já com as urnas fechadas, o processo de contagem dos votos teve início nesta segunda-feira, 19 de outubro. Com 20% dos votos apurados até o fechamento desta matéria, o CC vem liderando com 43,14% contra 37,21% do MAS. O resultado completo da contagem de votos é esperado para quarta-feira, dia 21 de outubro.  

Para citar este artigo, use os padrões abaixo.

ABNT:

Gabriel Caio Corrêa Borges. Bolívia: pesquisa de boca-de-urna dá vitória a Luis Arce. Fora!. Acessado em 19 de outubro de 2020. Disponível em <https://fora.global/2020/10/19/bolivia-pesquisa-de-boca-de-urna-da-vitoria-a-luis-arce/>.

APA:

Gabriel Caio Corrêa Borges. (19 de outubro de 2020). Fora!. https://fora.global/2020/10/19/bolivia-pesquisa-de-boca-de-urna-da-vitoria-a-luis-arce/.

Adaptações na ordem nome-sobrenome, bem como em outros elementos, podem ser necessárias. Se o texto tem co-autores ou se trata de uma tradução, os co-autores/tradutores devem ser revisados manualmente devido a limitações em nosso script.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*