Análises

O COVID-19 não será o fim do capitalismo, mas seu aprofundamento

Tempo de leitura: 9 minutos A recente pandemia do novo Coronavírus acendeu a esperança de inúmeros militantes de esquerda, muitos dos quais foram alçados à categoria de “analistas políticos” pelo público. A ironia é que, aparentemente, estes mesmos analistas nunca leram Marx e os intelectuais que seguiram o seu legado – ou não os entenderam.

Análise: sobre as relações entre Turquia e Síria

Tempo de leitura: 6 minutos As ações turcas na Síria e seus desenvolvimentos subsequentes, particularmente a declaração conjunta Turco-Americana, o consequente cessar-fogo e o memorando de entendimento Russo-Turco, modificaram completamente o mosaico do conflito sírio. O que a Turquia ganha com esses acordos tanto com a Rússia quanto com os Estados Unidos? Quais motivos estão por trás das ações de Moscou e Washington?

Ucrânia-Rússia: resultados do encontro do Grupo Normandia

Tempo de leitura: 14 minutos No nível pessoal, o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy causou uma ótima impressão na cúpula do grupo “Normandia”, em Paris, em 9 de dezembro. Zelenskyy superou o presidente russo Vladimir Putin, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Emmanuel Macron, neste evento altamente divulgado entre chefes de Estado/Governo – o primeiro após uma pausa de três anos nesse nível – para reiniciar as negociações de paz entre a Rússia e a Ucrânia, com assistência alemã e francesa.

Análise: A história do reconhecimento do genocídio armênio pelo congresso americano

Tempo de leitura: 8 minutos O Genocídio Armênio (1915-1923) foi organizado pelos Jovens Turcos sob o comando do Império Otomano, que resultou no deslocamento e extermínio da população armênia que vivia dentro do território comandado pelos otomanos. Mais de um milhão e meio de armênios foram mortos durante o genocídio.

Análise: a tecnologia dos aviões stealth

Tempo de leitura: 19 minutos “Stealth”, em uma tradução livre para o português, pode ser entendido como “furtivo” e/ou “indetectável”, simplesmente. São aeronaves extremamente difíceis de serem detectadas/rastreadas por radares embarcados e praticamente impossível que o sejam pelos radares de solo. Muito embora a tecnologia seja aplicada nos mais diversos setores da indústria de defesa e segurança, neste artigo apenas serão abordados parâmetros inerentes aos aviões.

Análise: as relações Irã-EUA após o fim do acordo nuclear

Tempo de leitura: 15 minutos As tensões nas relações Irã-EUA atingiram um novo patamar nas últimas semanas. Teerã suspendeu oficialmente, desde 15 de maio, a implementação de algumas disposições do acordo nuclear negociado desde 2015. Estamos falando de restrições ao enriquecimento de urânio e recursos como água pesada, usada em reatores nucleares. O Irã declarou que, se as outras partes não cumprirem suas obrigações negociadas dentro de um prazo de 60 dias, inclusive nos setores bancário e de petróleo, se retirará do acordo. Isso se aplica principalmente à União Europeia.