Tag: Crise

OIT: Mais de 1,6 bilhões de trabalhadores informais em situação de risco

Tempo de leitura: 4 minutos A Organização Internacional do Trabalho (OIT) alertou nesta segunda-feira, dia 29 de abril, que mais de 1,6 bilhões de trabalhadores informais correm o risco de perder seus meios de subsistência em consequência dos efeitos da pandemia de COVID-19.

Brasil: documento vazado detalha o conflito entre governadores e presidente na contenção do coronavírus

Tempo de leitura: 3 minutos Um documento obtido pela nossa equipe, elaborado pela Distrito Relações Governamentais, detalha as ações que cada governador das unidades da federação do Brasil tomou diante da pandemia do novo coronavírus. O documento foi atualizado pela última vez em 24/03.

O COVID-19 não será o fim do capitalismo, mas seu aprofundamento

Tempo de leitura: 9 minutos A recente pandemia do novo Coronavírus acendeu a esperança de inúmeros militantes de esquerda, muitos dos quais foram alçados à categoria de “analistas políticos” pelo público. A ironia é que, aparentemente, estes mesmos analistas nunca leram Marx e os intelectuais que seguiram o seu legado – ou não os entenderam.

Equador: o que causou os protestos

Tempo de leitura: 13 minutos Na noite de domingo, dia 12 de outubro, o presidente do Equador, Lenín Moreno, derrubou seu próprio pacote de ajustes econômicos após negociações com os movimentos sociais que desencadearam uma série de protestos que levaram o país a uma grave crise política. O que havia de controverso na proposta e que despertou a reação dos movimentos foi a retirada de subsídios estatais para a gasolina diesel. Se a medida impactaria sensivelmente a vida cotidiana através do aumento de preço sobre os combustíveis, o histórico do país em subsidiar a produção petrolífera local também pesou por atingir o nacionalismo econômico equatoriano.

Análise: A crise na economia liberal (parte II da série “A crise”)

Tempo de leitura: 7 minutos Na segunda parte de nossa especulação a respeito da crise (você pode ler a primeira parte aqui), pensaremos sobre a dimensão econômica da fratura existente no sistema que nós chamamos convenientemente de filosofia política moderna e liberal. Aqui, tentaremos identificar como as transformações do tradicional sistema econômico liberal nos levaram para além dos processos econômicos baseados no mercado e o que isto significa para os indivíduos e cidadãos.