Tag: Eleições

Bolívia: pesquisa de boca-de-urna dá vitória a Luis Arce

Tempo de leitura: 4 minutos De acordo com pesquisa de boca de urna feita durante as eleições presidenciais da Bolívia, realizadas neste domingo, 18 de outubro, o candidato do Movimento pelo Socialismo (MAS), Luis Arce, deve ganhar no primeiro turno. A apuração foi realizada pelo instituto de pesquisa Ciesmori, encomendada pela rede de televisão boliviana Unitel.

Costa do Marfim: Ouattara é pressionado para disputar um novo mandato

Tempo de leitura: 4 minutos O partido governista da Costa do Marfim, o Aliança dos Republicanos (RDR), comunicou nesta segunda-feira, 20 de julho, que está tentando convencer o presidente do país, Alassane Ouattara, a disputar um terceiro mandato para as próximas eleições presidenciais. A iniciativa é importante para o partido por conta da morte do nome escolhido para a sucessão, Amadou Gon Coulibaly, no início deste mês.

República Dominicana: junta eleitoral confirma Luis Abinader como presidente eleito

Tempo de leitura: 4 minutos A chapa presidencial composta por Luis Abinader para presidente e Raquel Peña para vice-presidente, ambos políticos do Partido Revolucionário Moderno (PRM), foi reconhecida pela Junta Central Eleitoral (JCE) como vencedora da eleição presidencial ocorrida neste ano na República Dominicana. Com Abinader-Peña tendo recebido 52,52% dos votos, a JCE oficializou no dia 14 de julho o resultado do pleito, ocorrido no dia 5 de julho.

Bolívia: MAS rejeita presença da OEA nas eleições presidenciais

Tempo de leitura: 3 minutos O Movimento pelo Socialismo (MAS), partido do ex-presidente boliviano Evo Morales e atual líder nas pesquisas para sucessão presidencial na Bolívia, rechaçou em comício realizado nesta sexta-feira, 10 de julho, a presença da Organização dos Estados Americanos (OEA) como observadora nas eleições presidenciais.

Bolívia: eleição presidencial é marcada para setembro

Tempo de leitura: 4 minutos O novo calendário eleitoral para as eleições na Bolívia foi divulgado na manhã de hoje, sexta-feira, 26 de junho, pelo Tribunal Superior Eleitoral do país. De acordo com o novo cronograma, a população boliviana irá às urnas no dia 6 de setembro para eleger o novo presidente do país. Caso o resultado leve a um segundo turno, este será marcado para o dia 18 de outubro.

Bolívia: o domingo que acabou com os quatorze anos do governo de Evo Morales

Tempo de leitura: 14 minutos O domingo de 10 de novembro de 2019 entra para a história boliviana e latino-americana como o dia que encerrou os quatorze anos de mandato de Evo Morales como presidente da Bolívia. Algo consumado na tarde desse domingo, onde após deixar La Paz e se instalar na cidade boliviana de Chimbore, declarou oficialmente sua renuncia do cargo. Em seu discurso de renúncia, Evo responsabilizou sua renuncia em “alguns comitês cívicos e partidos que perderam” e que afirma estarem incitando a violência entre bolivianos. Acusou também que se trata de um “golpe cívico” e que a polícia estaria se mobilizando para prendê-lo.